Home / Esportes / Vettel ultrapassa Webber no final e vence GP da Malásia; Massa larga mal e fica em quinto
Alemão busca o tetracampeonato

Vettel ultrapassa Webber no final e vence GP da Malásia; Massa larga mal e fica em quinto

Em um GP da Malásia recheado de trapalhadas, quem errou menos levou a melhor. Sebastian Vettel viu Fernando Alonso abandonar logo na segunda volta após insistir em ficar na pista com a assa da Ferrari quabrada, viu também Lewis Hamilton, hoje na Mercedes, pagar um mico daqueles ao tentar parar nos boxes de sua ex-equipe, a McLaren. O alemão da RBR também aprontou das suas. Parou muito cedo para colocar pneus de pista seca e perdeu a liderança para Mark Webber. Mas recuperou a ponta de forma magistral, após um lindo duelo com o australiano nas voltas finais, para vencer a corrida e assumir a liderança do campeonato.

Felipe Massa foi outro que não passou ileso à movimentada corrida no circuito de Sepang. Viu suas chances de vitória irem embora logo nos primeiros metros, ao largar mal e despencar para sexto. No fim, ainda recuperou uma posição e terminou em quinto.

E a “briga” entre a dupla da RBR continuou para fora da pista. Apesar da dobradinha, clima de saia justa entre Vettel, Webber e os funcionários da equipe austríaca. Vencedor, o alemão manteve o semblante sério após a prova e ouviu reclamações de Webber. No pódio, os dois esboçaram sorrisos constrangidos e sequer se cruzaram ao estourar o champanhe. O único que celebrou o pódio foi Hamilton, seu primeiro pela Mercedes.

E por falar em Mercedes, os pilotos do time alemão também protagonizaram uma bela disputa até o chefe do time Ross Brawn interferir e mandar a dupla “levar os carros para casa”. Duelo que também rendeu pano para manga. Rosberg não ficou nada satisfeito com a interferência de Brawn e disse que “guardaria o episódio” para usar a seu favor no futuro.

Em um domingo em que nem vencedor teve muitos motivos para sorrir, foi grande o número de pilotos decepcionados. O primeiro deles foi Alonso. O dia que era de comemoração pelo seu 200º GP, se transformou em fiasco. O espanhol abandonou na segunda volta, após um erro primário, quando teimou em ficar na pista, com o bico da Ferrari quebrado.

Jenson Button foi outro que deve ter ficado chateado. Depois de perceber, na Austrália, que o carro da McLaren não era tão competitivo, o britânico andou bem em Sepang. Figurou entre os cinco primeiros e chegou a liderar rapidamente antes de uma das paradas nos boxes. Mas um erro da equipe em seu pit stop acabou com as chances de um bom resultado.

A Force India também saiu frustrada. Após uma estreia promissora na Austrália, os dois pilotos da escuderia enfrentaram problemas em seus pit stops e, por motivo de segurança, seus carros precisaram ser recolhidos.

As esperanças de vitória para Massa acabaram cedo. O brasileiro não largou bem, foi superado por Alonso, e ainda despencou para sexto nas primeiras curvas. Mas a boa partida do espanhol não adiantou nada. Ele danificou a asa dianteira ao tocar levemente na RBR do pole Vettel. Com o bico quebrado, insistiu em permanecer na pista, mas a peça quebrou de vez na reta principal na abertura da segunda volta. Alonso foi parar na brita e abandonou a prova.

Sem chuva, a pista secava rapidamente e o até então Vettel resolveu parar na quinta volta. Mas a opção se mostrou precoce demais. Com dificuldades para guiar em um asfalto ainda úmido, o alemão perdeu diversas posições. Quem se deu bem foi Mark Webber, que esperou algumas voltas para colocar os compostos duros e tomou a liderança do companheiro de RBR.

Vettel e Webber travam belo duelo

Na 43ª volta, Vettel fez seu quarto e último pit stop. Webber parou uma passagem depois e retornou imediatamente à frente de seu companheiro. Na sequência, a dupla travou um lindo duelo, disputando, uma série de curvas lado a lado. O tricampeão mundial mostrou ousadia e levou a melhor, reassumindo a ponta. Um pouco mais atrás, outra bela briga entre parceiros de equipe. Rosberg chegou a ultrapassar Hamilton duas vezes, mas levou o troco. Pelo rádio, disse que estava mais rápido e que o inglês deveria deixa-lo passar para ele tentar alcançar os carros da RBR. O chefe da equipe, Ross Brawn, negou o pedido e ainda mandou Rosberg parar de tentar a ultrapassagem.

Massa escala pelotão no fim

Enquanto isso, Massa passava um sufoco para conseguir a quinta posição. Após o quarto pit stop, voltou em oitavo e precisou superar, na pista, Grosjean e Raikkonen, da Lotus, que fizeram uma parada a menos, além de Pérez, da McLaren, que fez a quarta parada apenas na penúltima volta.

Após superar Webber, Vettel ficou com pista livre para acelerar e abrir vantagem. O alemão recebeu a bandeirada em primeiro, quatro segundos à frente do companheiro. Hamilton cruzou a linha de chegada em terceiro, seguido de perto por Rosberg. Informações G1

Confira o resultado final do GP da Malásia (56 voltas):

1- Sebastian Vettel (ALE/RBR)
2- Mark Webber (AUS/RBR) – a 4s298
3- Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – a 12s1
4- Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 12s640
5- Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 25s6
6- Romain Grosjean (FRA/Lotus) – a 35s5
7- Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) – a 48s4
8- Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) – a 53s0
9- Sergio Perez (MEX/McLaren) – a 72s3
10- Jean-Eric Vergne (FRA/STR) – a 87s1
11- Valtteri Bottas (FIN/Williams) – a 88s6
12- Esteban Gutierrez (MEX/Sauber) – a 1 volta
13- Jules Bianchi (FRA/Marussia – a 1 volta
14- Charles Pic (FRA/Caterham) – a 1 volta
15- Giedo van der Garde (HOL/Caterham) – a 1 volta
16- Max Chilton (ING/Marussia) – a 2 voltas

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

sete + 6 =