Home / Esportes / Empate por 0 a 0 com Juazeirense tira Bahia da liderança do grupo
Jogo ocorreu na tarde deste domingo

Empate por 0 a 0 com Juazeirense tira Bahia da liderança do grupo

Ainda não foi dessa vez que o Bahia voltou a se encontrar com a vitória no Baianão 2013. O Tricolor foi até a cidade de Juazeiro, encarou a Juazeirense no estádio Adauto Morais, mas não saiu do empate sem gols na tarde deste domingo (21). Melhor na primeira etapa, mas praticamente sem criar na etapa final, o Esquadrão não conseguiu impor seu jogo e só não acabou derrotado graças às chances perdidas pelos donos da casa.

O resultados da rodada modificaram a classificação nos dois grupos. O Bahia, com sete pontos, perdeu a liderança do Grupo 1 para o Juazeiro, que venceu o Vitória na rodada e também foi a sete, mas leva vantagem no número de vitórias. Em terceiro está o Botafogo-BA, com quatro. No Grupo 2, a Juazeirense foi a 13 pontos, passou o Vitória, que tem 12, e assumiu a ponta. O Bahia de Feira vem logo depois, com 11, e o Conquista em último, com nove.
Os times voltam a campo no meio da semana para a sétima rodada. Na quarta-feira (24), a partir das 20h30, o Bahia encara o Bahia de Feira em partida na Arena Fonte Nova, em Salvador. A Juazeirense também joga na quarta, mais cedo, e enfrenta o Botafogo-BA, às 16h, em Pituaçu.

Bola rolando
O jogo começou aberto no estádio Adauto Morais, os donos da casa tentaram sair pra o jogo, mas logo mostrou as deficiências que lhe deram dificuldades em levar perigo para o visitante. Mais organizado em campo, o Bahia se aproveitou dos espaços deixados pela Juazeirense e foi mais objetivo na primeira etapa.

A primeira boa chance tricolor, aos 12 minutos, acabou com bola no travessão depois que Obina completou o cruzamento de Jéferson, já caído na área, e não marcou por muito pouco. Logo depois, novamento com Obina, o Bahia voltou a ficar perto do gol depois que o atacante tabelou com Rosales, chutou de cara com Maikon e o goleiro da Juazeirense salvou com boa defesa.

Com problemas para para organizar a bola no meio campo e armar o ataque, a Juazeirense ainda conseguiu oferecer algum perigo ao gol do Bahia. A principal oportunidade aconteceu aos 21 minutos. Capone mandou direto para o gol na cobrança de falta a longa distância, Omar deu um tapinha na bola e ela ainda bateu no travessão, arrancando os suspiros da torcida local. As demais chances ficaram pelo lado tricolor, mas as redes não balançaram na primeira etapa da partida.

Os times demoraram a entrar no ritmo de jogo do primeiro tempo, e os primeiros minutos da etapa final tiveram pouca movimentação no Adauto Morais. A Juazeirense não conseguia abrir espaço na defesa do Bahia, e enquanto isso o Tricolor errava muitos passe nas tentativas de ataque. Quem acabou assustando primeiro foi a Juazeirense, que chegou ao 19′, com Willian Carioca, que chutou colocado no lance de velocidade, mas Omar caiu no canto certo para defender.

Os donos da casa seguiram criando as principais chances do segundo tempo, e aos 28′ mais uma vez a Juazeirense ofereceu perigo, desta vez com Sandro. Ele chegou chutando depois de bom passe pra entrada da área e mandou ao lado do gol do Bahia. O Tricolor só conseguiu chegar com perigo aos 33 minutos do segundo tempo, no chute forte de Jeferson, que pegou dentro da área, mas o goleiro Maikon conseguiu espalmar.

Tentando resolver o problema da falta de objetividade tricolor no ataque, Joel Santana promoveu a estreia de Freddy Adu, que entrou aos 40′, no lugar de Paulo Rosales, mas foi a Juazeirense quem continuou melhor em campo e ficou muito perto do gol aos 43′. Mais uma vez a trave foi decisiva e parou o chute de Vanderson, que mandou da entrada da área. Com a falta de chances de um lado, e de capricho do outro, o placar não saiu do zero.

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

9 − quatro =