Home / Brasil / Polícia mineira desconfia que ossada encontrada em janeiro seja de Eliza Samúdio
Eliza está desaparecida desde junho de 2010

Polícia mineira desconfia que ossada encontrada em janeiro seja de Eliza Samúdio

Na próxima semana um mistério da investigação policial brasileira pode ser desvendado: a morte de Eliza Samúdio, ocorrida em junho de 2010, poderá ser confirmada. Um laudo de DNA informará se a ossada encontrada no dia 30 de janeiro, na cidade de Nova Serrana, em Minas Gerais, é da ex-amante do goleiro Bruno. O delegado da cidade, Rodrinho Noronha, acredita que seria de uma mulher desaparecida e moradora da região, mas, segundo ele, o laudo da perícia descartou esta hipótese. “Percebemos que existia características parecidas com as de Eliza”. Disse.

A ossada foi encontrada em um buraco com cerca de 6 metros de profundidade, em uma propriedade particular perto de uma estrada vicinal, a menos de um 1km da MG-423. Junto com os restos mortais estavam vestes de mulher, sandália rasteira número 37 e um cinto. Outro fator que reforça a hipótese da ossada ser de Eliza é o fato da mulher de Macarrão, um dos apontados como autor do crime e atualmente preso, morar na região.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

15 + sete =