Home / Destaque / Valdo minimiza declarações de Elias de Gogó e prefere não debater eleição da mesa diretora
Valdo (E) foi entrevista por Celso Oliveira

Valdo minimiza declarações de Elias de Gogó e prefere não debater eleição da mesa diretora

O vereador Valdo (PRTB) foi ao Programa Microfone Aberto, da Rádio Santa Cruz FM, nesta quinta-feira (25), e conversou com o radialista Celso Oliveira sobre a entrevista concedida por Elias de Gogó (PSDB) quando o tucano pediu a renúncia do colega do cargo de líder da bancada de situação na Câmara. “Eu não sou líder de um só vereador”, falou. O edil informou que já conversou Elias e tentou por panos quentes na disputa.
Sobre o projeto de venda de alvarás de táxi e mototáxis proposto por Elias de Gogó e retirado da pauta da sessão ordinária da última segunda-feira (22), um dos motivos da queixa do tucano, Valdo justificou que gostaria de saber mais sobre o assunto. Ele informou que conversará com as categorias para se posicionar sobre o assunto. O líder da bancada de situação admitiu o erro da secretaria da Casa ao permitir que o projeto fosse à pauta. “Eu cheguei atrasado e acertei com o presidente [Édson Ribeiro] a retirada”, esclareceu.

Caso a bancada decida sua saída da liderança da bancada, em reunião marcada para esta quinta-feira com os outros sete vereadores da situação, Valdo declarou que abriria mão do cargo. “Caso seja vontade dos colegas, eu aceito até o vereador Elias de Gogó”, minimizou.

Valdo preferiu não comentar sobre uma possível candidatura sua à presidência da Casa para o biênio 2015-2016. “Eu não quero debater esse assunto agora. Temos apenas quatro meses de mandato. Não é o momento”, despistou.

Apesar das seguidas desavenças públicas, Valdo não acredita que Elias de Gogó saia da situação. “São assuntos que podem ser resolvidos internamente”, concluiu. Texto e foto: Maurício Medeiros

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

catorze − 5 =