Home / Destaque / Após supostas ameaças, Deraldo promete convocar motoristas do transporte alternativo para reunião
Deraldo Nunes

Após supostas ameaças, Deraldo promete convocar motoristas do transporte alternativo para reunião

Os moradores da Pumba voltaram a reclamar nesta sexta-feira (3) ao Bahia Recôncavo sobre os valores cobrados pelos proprietários dos veículos do transporte alternativo que fazem a linha da localidade até o centro de Cruz das Almas. “Eles continuam dizendo que não baixarão [o preço]. Voltei a pagar R$ 2”, contou uma mulhar que prefere não se identificar. As queixas surgiram nesta quinta-feira (2) quando os usuários informaram o reajuste de 33% desde o dia 26 de abril. Antes a tarifa era R$ 1,50, a mesma cobrada pela Via Cruz.

“Eles nos disseram, quando informamos que a Prefeitura tinha mandado pagar apenas R$ 1,50, que não obedeceriam [a determinação]”, denuncia a moradora. “Ainda nos trataram com deboche”, acrescentou a moradora. Em conversa com o Bahia Recôncavo, um dos seis motoristas que trabalham na linha, Ronaldo Fiúza Ribeiro, disse que a decisão do reajuste foi exclusivamente deles. ‘Nós nos reunimos e decidimos”, contou.

A moradora informou ainda ao Bahia Recôncavo que um dos motoristas teria dito a ela que, caso Deraldo Nunes, superintendente municipal de Trânsito e Transporte, tentasse intervir, a categoria tentaria derrubá-lo, assim como fizeram com Saul Carvalho, antigo gestor da pasta ainda no governo do ex-prefeito Orlandinho. “Eles desafiam qualquer um”, concluiu a usuária do sistema.

Em contato novamente com Deraldo Nunes, na manhã desta sexta-feira, o Bahia Recôncavo foi informado pelo superintendente que ele pretende chamar todos os seis motoristas para uma reunião na segunda-feira (6) na sede do órgão. “Não quero entrar neste embate, mas vamos tomar providências”, garantiu o gestor da pasta.

Um dos motivos da permissão para os seis veículos rodarem na linha Pumba ao centro, segundo o superintendente, seria a falta de qualidade no serviço prestado pela Via Cruz. “Existe esse problema e termina que o transporte alternativo ganha espaço”, alegou Deraldo, que voltou a prometer uma licitação para transportes na zona urbana e rural do município, mas ainda não definiu a data. Reportagem e foto: Maurício Medeiros

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

dezoito − 2 =