Home / Esportes / Petistas respondem acusações de Guimarães

Petistas respondem acusações de Guimarães

A situação do Bahia continua repercutindo depois que alguns torcedores resolvveram criar a campanha ‘Bahia da Torcida’, lançada na última sexta-feira (17), na Arena Fonte Nova, com gravação do governador Jaques Wagner (PT) e do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). O evento contou com a participação também da senadora Lídice da Mata (PSB) e outros políticos. Neste domingo (19), momentos antes da decisão contra o Vitória, no Barradão, o presidente do clube, Marcelo Guimarães Filho, decidiu disparar contra os petistas e a socialista. O cartola deixou de fora de sua ira apenas o democrata e seus correligionários do PMDB.

A resposta não demorou a vir. O secretário estadual de Comunicação, Robinsom Almeida (PT) foi o primeiro a alfinetar Guimarães. “O presidente do Bahia tem que ter a humildade de receber com tranquilidade as opiniões diferentes da dele, algo que não vem acontecendo. Na política o povo tem o poder de escolher quem ele vai, ou não, votar para representá-lo. Essa situação é bem diferente no Bahia. Lá os torcedores não tem o direito de escolher quem vai ser o representante do clube porque o presidente não deixa”, disse.

Marcelo Guimarães Filho disse que o deputado federal Nelson Pelegrino (PT) devia explicações sobre a morte do funcionário da Secretaria de Saúde de Salvador, ocorrida em 2007. Neylton Souto da silveira foi assassinado por dois homens enquanto trabalhava em sua sala em um sábado. “Se alguém precisa dar explicações é o pai dele, Marcelo Guimarães, da Protector, empresa na qual trabalhavam os dois vigilantes acusados do assassinato” , disparou o petista.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

1 × um =