Home / Destaque / Reservas do Vitória ficam no 0 a 0 contra o Salgueiro

Reservas do Vitória ficam no 0 a 0 contra o Salgueiro

Os reservas não fizeram feio em campo, mas o Vitória não saiu do empate sem gols diante do Salgueiro no primeiro jogo pela segunda fase da Copa do Brasil. A partida foi equilibrada no estádio Cornélio de Barros, as equipes se alternaram em momentos de superioridade, mas o placar não mudou na noite dessa quarta-feira (15). O empate acabou sendo um bom resultado e a decisão da vaga na próxima fase ficou para o duelo em Salvador.
A decisão ficou para o jogo de volta, em Salvador, e os times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (22), no Barradão, a partir das 19h30. Para ficar com a vaga, basta ao Leão uma vitória simples no confronto em casa. Se o empate sem gols se repetir a decisão parte para as penalidades. Antes de definir sua vida na Copa do Brasil, o Leão decide o Campeonato Baiano diante do rival Bahia, no domingo (19), em casa, podendo perder por até quatro gols de diferença.

Bola rolando
O time do Salgueiro iniciou uma verdadeira correria quando a bola rolou no gramado do Cornélio de Barros. O mandante imprimiu o ritmo no começo da partida, tentou a pressão nos primeiros minutos e o Leão tentou segurar o ímpeto dos donos da casa para sair jogando no contra-ataque. O primeiro lance com perigo de gol foi protagonizado pelo atacante Fabrício Ceará, que mandou a bomba de canhota aos quatro minutos, mas Wilson fez grande defesa, espalmou para escanteio e evitou o gol.

O Vitória devolveu o susto a altura, mas Marquinhos vacilou na chance de abrir o placar, aos oito. Depois de receber de Marcelo Nicácio, o atacante rubro-negro penetrou na área e chutou de cara com o gol, mas Mondragon conseguiu defender e mandar para o escanteio. O Salgueiro seguiu com mais velocidade até a metade da primeira etapa, quando o Vitória conseguiu equilibrar o duelo e as chegadas na área adversária, passou a ser melhor, mas o placar não saiu do zero na etapa inicial.

Assim como terminou o primeiro tempo, o Vitória voltou com mais atitude para o campo no segundo tempo e tomou a iniciativa. Já no primeiro minuto o ataque rubro-negro colocou o goleiro do Carcará para trabalhar e depois de pegar a sobra do cruzamento de Caceres, Marquinhos mandou o chute que Mongragon conseguiu desviar para fora.

O Leão seguiu levando mais perigo no retorno a campo e voltou a assustar aos oito minutos, com Marcelo Nicácio, que cabeceou por cima do gol depois do cruzamento de Danilo Tarracha. Depois da pressão inicial, o Carcará pernambucano ensaiou a reação, mas o Vitória fez os donos da casa recuarem mais uma vez oferecendo perigo.

Aos 17′, o gol quase saiu depois que Marquinhos cobrou falta da esquerda e lançou pra área. Michel cabeceou à queima-roupa e Mongragon salvou. O Leão seguiu em cima e novamente ficou muito perto de abrir a contagem aos 24′. Marquinhos tabelou com Marcelo Nicácio, ele bateu forte da grande área, a bola desviou em Cléber Carioca e bateu na trave. Daí em diante o Salgueiro equilibrou a partida, os times se alternaram nas chegadas com perigo na área, mas o empate sem gols insistiu até o final da partida. Informações Correio da Bahia

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

4 + 3 =