Home / Esportes / Vitória goleia Náutico em Recife

Vitória goleia Náutico em Recife

Sem dar espaços ao Náutico, o Vitória venceu a equipe pernambucana nesta quarta-feira (29), por 3 x 0, no estádio dos Aflitos, em partida válida pela segunda rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Com este resultado, o rubro-negro chegou aos quatro pontos na competição e, na próxima rodada, no sábado (1º), vai encarar o Vasco da Gama, no Barradão, às 18h30. 
Leão abre vantagem no primeiro tempo

Desde o primeiro minuto de partida, Náutico e Vitória fizeram um confronto bastante equilibrado. O rubro-negro baiano, atuando com muita inteligência e explorando rápidos contra-ataques, não se intimidou com a força da torcida da casa e saiu de campo na etapa inicial com uma boa vantagem.

O primeiro gol do Leão aconteceu aos doze minutos. Após lançamento do zagueiro Victor Ramos, Dinei dividiu com dois zagueiros e a bola sobrou nos pés de Maxi Biancucchi. O argentino dominou com categoria e chutou no canto de Felipe, sem chances para o arqueiro do Timbu.

A resposta pernambucana chegou aos 19. O habilidoso Rogério subiu com velocidade pela direita e tocou para Auremir, que havia acabado de entrar no lugar do lesionado Elicarlos, chutar com força, exigindo de Wilson uma grande defesa.

Tentando chegar ao empate, o alvirrubro partiu com tudo para cima do rubro-negro baiano e criou mais uma oportunidade aos 41. Rogério, um dos melhores em campo nos primeiros quarenta e cinco minutos, entrou na área, driblou a zaga visitante e tentou chutar. Por sorte do Leão, Gabriel Paulista conseguiu afastar o perigo.

Mas, depois de segurar o ímpeto mandante, o rubro-negro ampliou aos 47, no apagar das luzes. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou na intermediária para Edson Magal. A revelação rubro-negra ajeitou e soltou a bomba, no ângulo de Felipe.

Maxi marca mais um e Leão administra resultado

Sem esperar a reação do Timbu, o Vitória tratou de complicar ainda mais a vida do time mandante logo no início do segundo tempo. Lançado na entrada da área, Maxi tabelou com Neto Coruja, driblou o zagueiro pernambucano e bateu no canto de Felipe, estufando as redes e marcando pela segunda vez no jogo.

Sem muito poder de reação, os mandantes chegaram com perigo novamente aos 14. O ex-jogador do rival Bahia, Jones Carioca, que entrou no lugar de Elton, bateu forte, mas Wilson defendeu. No rebote, Caion corre para pegar a bola, sem sucesso, já que a zaga rubro-negra conseguiu afastar.

Buscando pressionar na base da vontade, o Timbu, vaiado por sua torcida, criou uma boa oportunidade aos 27. Maranhão partiu para cima de Fabrício e cruzou para Jones na área. O atacante não conseguiu testar, mas a bola passou perto da trave de Wilson.

A partir daí, o rubro-negro procurou administrar o placar para confirmar seu primeiro triunfo no Brasileirão.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

treze − 10 =