Home / Esportes / Bahia ganha do Internacional e deixa zona de rebaixamento
Crédito: Zero Hora Online

Bahia ganha do Internacional e deixa zona de rebaixamento

Além do frio, o Bahia enfrentou o Internacional invicto no Estádio Centenário, em Caixas do Sul, interior do estado, na noite deste domingo (2). Ao derrotar os gaúchos, o Esquadrão quebrou um tabu de 23 anos sem triunfo sobre o Colorado. Com gols de Ryder, no primeiro tempo, e Fernandão, na etapa complementar, e Forlan descontando para o time comandado por Dunga, o tricolor chegou aos quatro pontos no Campeonato Brasileiro e deixou a zona de rebaixamento. Na quarta-feira (5), às 22h, no Batistão, em Aracaju (SE), recebe o Botafogo. A Arena Fonte Nova e Pituaçu foram entregues à FIFA para a realização da Copa das Confederações.

PRIMEIRO TEMPO

Apesar da má fase dentro de campo e a confusão política, o tricolor começou o jogo com maior posse de bola. Marquinhos Gabriel perdeu a primeira chance depois de jogada entre Diones e Fernandão. Ele entrou sozinho na área, bateu de perna esquerda e a bola tirou tinta do poste de Muriel. A resposta do Colorado não demorou. Fred recebeu bola rolada Furlan e acertou o travessão de Marcelo Lomba.

Sem perder tempo, aos nove minutos, Marquinhos Gabriel foi esperto. Ele aproveitou o descuido dos gaúchos que reclamaram de uma falta e saiu rápido, tocou para Ryder. O atacante acertou o ângulo de Muriel e fez 1 a 0 para o Esquadrão de Aço.

Aos 17 minutos, D’Alessandro fez lançamento longo nas costas de Jussandro e achou Josimar. O atacante matou bem, mas na hora de chutar a bola passou longe do gol de Marcelo Lomba.

Preso pela marcação tricolor, o Internacional tentou a bola parada. Em cobrança de falta, aos 24 minutos, Forlan colocou na área e o zagueiro Juan cabeceou no lado esquerdo do poste de Marcelo Lomba. No retorno da bola, Rafael Moura, ex-Vitória, dominou dentro da área, se livrou do zagueiro e chutou forte. O goleiro do Bahia olhou a bola sair.

Apesar de muito disputado, nenhum dos dois clubes conseguiram criar nenhuma chance de gol até o final do primeiro tempo. O Bahia marcou com eficiência e saiu rápido nos contra-ataques com Marquinhos Gabriel, Ryder e Fernandão.

SEGUNDO TEMPO

Cristóvão Borges e Dunga decidiram não modificar seus times para o início da fase complementar. O Internacional tentou acelerar o jogo. Depois de uma sequência de cruzamentos na área tricolor, aos dois minutos, o goleiro Marcelo Lomba precisou ser rápido e sair no pé de D’Alessandro para evitar o empate.

Aos nove minutos faltou muito pouco para o Bahia ampliar. Jussandro conseguiu levar vantagem e cruzou. Entre dois zagueiros, Fernandão cabeceou forte, mas Muriel espalmou e evitou o segundo gol tricolor.

O Internacional voltou a assustar aos 14 minutos. Em falta boba cometida por Mádson, Forlan cobrou falta no canto esquerdo de Marcelo Lomba, mas o goleiro espalmou e afastou o perigo.

O segundo gol tricolor saiu aos 16 minutos. O Bahia cobrou o escanteio, Muriel saiu errado e a bola sobrou para Fernandão. O atacante ainda driblou um zagueiro adversário e bateu forte de perna esquerda. Assim que ampliou o marcador, Cristóvão tirou Hélder e colocou Feijão em campo. Dunga respondeu ao mandar Gilberto para a vaga de Airton.

Em um vacilo da zaga tricolor, aos 18 minutos, Forlan, em posição regular, aproveitou um lançamento longo e entrou sozinho na área do Esquadrão. O uruguaio chutou forte e diminuiu o placar. No Colorado a segunda substituição foi Maike no lugar de Rafael Moura.

Os gaúchos continuaram sua busca pelo empate. Aos 29 minutos a bola foi jogada na área tricolor, Maike tocou de cabeça e Marcelo Lomba mergulhou nos pés de Gilberto para evitar o empate. Alegando câimbras, Fernandão saiu para a entrada de Potita.

Marcelo Lomba apareceu novamente na bobeira de Mádson aos 32 minutos. Forlan roubou, dentro da área e chutou forte. O goleiro colocou para escanteio. Na sequência da jogada o arqueiro do esquadrão fez mais duas defesas.

O empate não saiu por muito pouco aos 39 minutos. D’Alessandro cruzou e encontrou Maike sozinho. Ele tocou fraco, mas no canto de Marcelo Lomba que ficou apenas torcendo. Pouco depois, em lançamento longo, Gilberto entrou sozinho e bateu para fora.

O goleiro tricolor falhou aos 42 minutos ao sair do gol. Deixou a bola escapulir e Gilberto, sozinho, bateu para fora. Apesar da pressão, o Bahia conseguiu resistir e conquistou o primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro. Texto Maurício Medeiros / Foto: Diego Vara – Agência RBS

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

sete + dezessete =