Home / Esportes / Brasil empata com Inglaterra na reabertura do Maracanã
Foto: Reuters

Brasil empata com Inglaterra na reabertura do Maracanã

A reabertura do Maracanã não conseguiu trazer o tão sonhado triunfo do Brasil sobre uma seleção de grande porte do futebol mundial. O empate por 2 a 2 deixou Felipão, em seu retorno ao comando dos canarinhos, com uma vitória, quatro empates e uma derrota. No primeiro tempo o time perdeu oportunidades de gols seguidas. Fred abriu o marcador na segunda fase, mas a torcida viu os ingleses virarem a rapidamente. O alívio chegou com Paulinho no final da partida. A seleção joga agora no domingo (9), em Porto Alegre, na Arena Grêmio, contra a França.

PRIMEIRO TEMPO

Apesar de não ter a maior posse de bola durante os 10 primeiros minutos, foram do Brasil as primeiras chances de gol. Aos quatro a bola foi cruzada da esquerda e Neymar tentou uma meia-bicicleta dentro da área, mas a bola ficou fácil na mão do goleiro inglês Hart. O segundo chute também foi da nova contratação do Barcelona. Em cobrança de falta a bola passou pela barreira, mas foi no meio do gol e fraco.

O novo ataque perigoso do Brasil saiu apenas aos 16 minutos com Daniel Alves. O lateral recebeu a bola livre na intermediária e avançou. Sem marcação, ele chutou forte, a bola passou no lado direito de Hart. Apenas um minuto depois o ex-jogador do Bahia fez lançamento longo, o zagueiro falhou e Neymar ficou livre dentro da pequena área, mas o goleiro conseguiu abafar a tempo.

A triangulação de Paulinho, Fred e Neymar produziu um momento típico do futebol brasileiro aos 21 minutos. Toques rápidos deixaram o ex-atacante santista na frente de dois zagueiros ingleses. Na meia-lua da grande área, o jogador cortou e bateu de perna direita. A bola passou próxima ao poste esquerdo de Hart.

A pressão brasileira continuou aos 25 minutos. O meia Oscar conseguiu escapar pelo lado direito e cruzou rasteiro. O lateral Glen Johnson conseguiu tocar com a ponta da chuteira e afastar o perigo.

Dois minutos depois Neymar voltou a criar uma oportunidade para os canarinhos. Ele enxergou a entrada de Hulk, o ex-jogador do Vitória tocou, mas o gol não saiu porque Hart interveio três vezes. Na sequência, depois de um rebote do escanteio, Daniel Alves chutou de longe e novamente o goleiro inglês conseguiu defender.

O Brasil perdeu mais uma chance de marcar aos 30 minutos com o chute de Oscar, da entrada da área. Hart espalmou para fora. Logo depois Baines saiu contundido e deu lugar a Ashley Cole.

O primeiro lance polêmico foi aos 35 minutos. Oscar fez jogada individual, foi derrubado por Frank Lampard fora da área e a torcida pediu pênalti. O juiz não deu nada. Na sequência, em cruzamento da direita, Hulk tocou de letra e tirou tinta da trave de Hart.

A primeira chance inglesa surgiu apenas aos 39 minutos. Walcott recebeu livre um passe de Glen Johnson e bateu forte, mas Júlio César conseguiu defender em dois tempos.

SEGUNDO TEMPO

Luiz Felipe Scolari resolveu mudar. Colocou Marcelo no lugar de Felipe Luís e tirou Luiz Gustavo para a entrada de Hernanes.  Nos 10 primeiros minutos da etapa complementar os problemas brasileiros reapareceram. Passes errados, lentidão e falta de criatividade fizeram o treinador da seleção promover a terceira substituição. Oscar foi trocado por Lucas. A torcida não gostou e os gritos de burro ecoaram no Maracanã.

O gol brasileiro surgiu aos 11 minutos. Hernanes percebeu Hart adiantado, chutou com efeito e acertou o travessão. No rebote, em posição regular, Fred bateu para abrir o marcador.

Aos 16 minutos, o treinador inglês Roy Hodgson tirou Glen Johnson e colocou Chamberlain. E as chances dos europeus vieram em sequência aos 20. Milner fez jogada individual e só não empatou porque abola desviou na zaga brasileira. Na cobrança de escanteio, Cahil cabeceou sozinho e tirou tinta do travessão esquerdo de Júlio César.

Uma triangulação na intermediária brasileira resultou no empate dos ingleses aos 22 minutos. Lampard tocou para Roney, ele ajeitou e Chamberlain acertou um chute forte de fora da área no canto direito de Júlio César.

Felipão resolveu retomar o meio-campo e colocou Fernando, jogador do Grêmio, no lugar de Hulk, vaiado pela torcida na saída do campo. Depois de empatar os ingleses fizeram duas linhas para se defender: uma de quatro e outra de cinco. Em contra-ataque rápido, aos 33 minutos, Roney saiu da intermediária esquerda para o centro e chutou no ângulo de Júlio César e virou o jogo.

Para tentar mudar o placar e mais uma derrota, Fred deu lugar a Leandro Damião. Aos 37 minutos, em jogada pelo lado direito, Lucas cruzou para dentro da área e encontrou Paulinho sozinho. Ele bateu de primeira, sem deixar cair, e acertou o canto esquerdo de Hart para empatar o jogo.

Logo depois de fazer o gol, Paulinho saiu para a entrada de Bernard. Apesar de ter maior posse de bola nos momentos finais do jogo, o resultado continuou empatado e o Brasil não vence nenhum grande futebol mundial desde 2009, quando bateu a própria Inglaterra por 1 a 0, gol de Nilmar.

A reabertura do Maracanã teve 57.280 pagantes e um público total de 66 mil pessoas. A renda foi a maior da história do futebol brasileiro: R$ 8.615.000,00. Na terça-feira (4) a Seleção Brasileira inicia os treinos em Goiânia. Texto: Maurício Medeiros / Foto Reuters

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

3 × um =