Home / Brasil / Dilma propõe plebiscito para constituinte que fará reforma política

Dilma propõe plebiscito para constituinte que fará reforma política

A presidenta Dilma Roussef (PT) durante a abertura da reunião com os governadores e prefeitos das 27 unidades federativas no Palácio do Planalto, em Brasília, na tarde desta segunda-feira (24) propôs cinco pactos para a uma reforma política e social no país. O primeiro foi o pacto por responsabilidade fiscal. A presidenta não falou sobre a inflação, mas colocou a situação da economia brasileira e disse que tudo será feito em pequeno, médio e longo prazo.

Sobre o pacto por reforma política, citou a realização de plebiscito popular, transformando a corrupção de crime doloso para hediondo. “Esse assuntou entrou várias vezes na história do país. Chegou a hora de sair desse impasse”, disse.

Na Saúde ela reforçou a contratação de médicos do exterior e citou a Inglaterra. “Cerca de 37% dos médicos são de fora. Não quero travar uma luta com a classe médica brasileira”. Dilma ainda falou sobre a forma de contratação. “Daremos prioridades aos profissionais brasileiros para o preenchimento de vagas”.

O pacto no transporte público propôs a construção de ferrovias, VLT’s e melhoramento da qualidade do serviço. “O Governo desonerou impostos para que as tarifas não aumentem”.

O quinto e último foi a educação pública. Dilma falou sobre o uso 100% dos recursos obtidos pelos royalties do petróleo para a educação. “Uma educação de qualidade passa por salários dignos para os educadores”.

As propostas ainda serão avaliadas por governadores e prefeitos, além disso, o Congresso Nacional deverá entrar na discussão.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

1 × 3 =