Home / Destaque / Cinco PSFs de Cruz das Almas aderem à paralisação nacional

Cinco PSFs de Cruz das Almas aderem à paralisação nacional

O secretário de Saúde de Cruz das Almas, André Eloy (PMDB), conversou nesta terça-feira (23) com a reportagem do Bahia Recôncavo e justificou a ausência de médicos nos Postos de Saúde da Família (PSFs) nas localidades de Araçá, Sapucaia, Baixa de Toquinha, Vilarejo e Pumba por causa da paralisação nacional da categoria para forçar o governo federal a melhorar as condições de trabalho dos profissionais e à contratação de médicos estrangeiros. “Todos os outros estão funcionando”, explicou. A interrupção do trabalho, segundo o gestor, ocorre por 24 horas e retorna à normalidade nesta quarta-feira (24). Eloy contou que os cinco médicos são contratados do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (PROVAB) e são pagos pelo Ministério da Saúde. Foto: Ascom Cruz das Almas

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

20 − sete =