Home / Esportes / Justiça confirma intervenção no Bahia

Justiça confirma intervenção no Bahia

A desembargadora Lisbete Maria de Almeida, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), julgou, na manhã desta terça-feira (9), improcedente a medida cautelar impetrada pelos advogados de Marcelo Guimarães Filho e o cartola perdeu o comando do Bahia, assim como todos os outros diretores. A decisão contou com o apoio de outros dois desembargadores e foi unânime. O advogado Carlos Rátis será o interventor do clube com o auxílio dos advogados Cyrano Vianna Neto, Alexandre Valente Derschvm e Danilo Pessoa de Souza Tavares. Eles terão a missão de promover uma nova eleição. O mandatário designado pela Justiça deve receber salário mensal de R$ 60 mil.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

quinze + 5 =