Home / Brasil / Dilma diz que espionagem ocorreu por ‘interesses econômicos’

Dilma diz que espionagem ocorreu por ‘interesses econômicos’

A presidenta Dilma Rousseff (PT) condicionou sua visita aos Estados Unidos em outubro à retratação do governo americano e punição dos envolvidos nos casos de espionagem à administração brasileira e à Petrobras, como foi revelado pelo Programa Fantástico dos últimos dois finais de semana. “Se confirmados os fatos veiculados pela imprensa, fica evidenciado que o motivo das tentativas de violação e de espionagem não é a segurança ou o combate ao terrorismo, mas interesses econômicos e estratégicos”, declarou a petista por meio de nota.

Apesar da polêmica e das evidências de espionagem, o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, confirmou que o cronograma do primeiro leilão do pré-sal sob o sistema de partilha, previsto para dia 21 de outubro, está mantido e que as regras da licitação não serão alteradas. Os senadores Pedro Simon (PMDB-RS) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) pediram o cancelamento do leilão até que o caso seja investigado. Foto reprodução

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

vinte − nove =