Home / Destaque / MPF na Bahia acusa servidora de cometer irregularidas na agência da Receita Federal de Cruz das Almas

MPF na Bahia acusa servidora de cometer irregularidas na agência da Receita Federal de Cruz das Almas

Lúcia Maria de Souza Barbosa, funcionária da Receita Federal, é alvo de duas ações do Ministério Público Federal na Bahia (MPF-BA). Segundo o órgão, ela é acusada pelo procurador Pablo Coutinho Barreto por irregularidades nas agências das cidades de Cruz das Almas e Santo Antônio de Jesus. Conforme o MPF, ela cometeu falsidade ideológica por expedir 119 certidões negativas de débitos irregulares entre os anos de 2003 e 2004. A servidora é apontada também como a responsável por inserir dados falsos no sistema da instituição para beneficiar empresas específicas nos anos de 2004, 2006 e 2007. As empresas ajudadas por  Lúcia Maria conseguiram participar posteriormente de diversas licitações pelo país, informou o Ministério do Planejamento. Os investigadores apontam dois indícios da participação da serviora na fraude: a sua senha, que era exclusiva, e o fato de durante o mês de fevereiro de 2004, período de suas férias, não ter ocorrido nenhuma irregularidade.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

oito + 19 =