Home / Destaque / Prefeitura paga aluguel de imóvel abandonado e informa ao TCM que PETI ‘encontra-se instalado’

Prefeitura paga aluguel de imóvel abandonado e informa ao TCM que PETI ‘encontra-se instalado’

A secretária do Trabalho e Assistência Social de Cruz das Almas, Ivana Guerra, disse, no último dia 01 de agosto, em entrevista ao Bahia Recôncavo, que pretendia reabrir o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) de Baixa de Toquinha no final daquele mês.

Quinze dias depois do prazo estabelecido, o que a reportagem do Bahia Recôncavo constatou coloca em cheque a afirmação da secretária. A casa alugada pela Prefeitura de Cruz das Almas, na rua João Gonçalves Moura, na Baixa de Toquinha, para abrigar as crianças do PETI do bairro, está completamente abandonada.

E não há o menor vestígio de reforma, como alegou Ivana Guerra, em agosto, para justificar a demora no retorno do PETI da Baixa de Toquinha, depois de a Prefeitura de Cruz das Almas retirar o projeto do imóvel da Associação Comunitária local.

Mato, portas arrombadas, fiação exposta, falta de água e objetos abandonados no interior do imóvel (acompanhe as fotos completas na fanpage do Bahia Recôncavo) mostram o retrato do abandono.

Mas a história fica ainda pior, para os contribuintes. O Bahia Recôncavo teve acesso às contas da Prefeitura de Cruz das Almas referentes ao mês de maio disponibilizadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e apresentadas pelo vereador Mário do Jornal (PTB).

No documento está o contrato nº042LOCI/2013, da Prefeitura de Cruz das Almas em favor de Marival Pereira da Silva, no valor de R$ 600. O pagamento desta fatura ocorreu no último dia 07 de junho, segundo o TCM.

Na descrição do contrato, está uma afirmação que vai de encontro ao que foi constatado pela reportagem do Bahia Recôncavo. No texto foi escrito: “nota de emprenho relativo a locação do imóvel de propriedade do locador, localizado na rua João Gonçalves Moura, na Baixa de Toquinha, onde encontra-se instalado o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), conforme contrato nº042 LOCI/2013, período de maio de 2013”.

Segundo a Prefeitura de Cruz das Almas informa ao TCM, o PETI da Baixa de Toquinha “encontra-se instalado” no imóvel da rua João Gonçalves Moura.

Ainda no último mês de agosto, o presidente da Asscociação Comunitária de Baixa de Toquinha, Pedro Gonçalves de Santana, entrou na Justiça para cobrar ao Executivo os aluguéis de janeiro a abril de 2013 que, segundo ele, não foram pagos pela administração municipal. A dívida foi confirmada ao Bahia Recôncavo pelo secretário de Administração, José Márcio Rebouças.

OUTRO LADO

A reportagem do Bahia Recôncavo falou com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Cruz das Almas nesta segunda-feira (16) por duas vezes: às 08h55 e às 11h32. O número de telefone da secretária Ivana Guerra informado foi tentado por cinco vezes (às 08h58, às 09h56, às 11h32, às 11h43 e às 12h51), mas não houve atendimento e nem retorno das ligações para comentar a situação do PETI da Baixa de Toquinha. Reportagem e foto: Maurício Medeiros

3 Comentários

  1. ricardo machado eloy

    todo castigo pra baixa de toquinha e para pumba e pouco espero de coraçao que nao pare por ai ainda quero dar muita risada, como diz o ditado bolso de otario e atras e de cabeça pra baixo.conselho comprem uma prancha e vao surfar a onda azul ;muito obrigado doutor

  2. Eu quero é mais…kkkrsrsrs

  3. Todo castigo para otário é pouco, caíram na lábia do doutor, agora aguenta, chupa que é de uva. kkkk

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

8 + nove =