Home / Notícias / PSB baiano permanece na base de Wagner

PSB baiano permanece na base de Wagner

Enquanto o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), pré-candidato à Presidência da República, entregou, nesta quarta-feira (18), os cargos do PSB no governo federal e se desvincularam da administração de Dilma Rousseff (PT), os socialista baiano decidiram permanecer na base do governador Jaques Wagner (PT).

“O cargo está sempre à disposição do governador Jaques Wagner, mas não vamos pedir demissão em função dessa decisão nacional. Além do mais, é bom lembrar que o PSB não rompeu com o governo Dilma, nem com o PT nos estados, apenas se afastou do governo”, disse Domingos Leonelli, secretário de Turismo e único socialista no primeiro escalão do governo estadual, ao jornal A Tarde.

A senadora Lídice da Mata (PSB) declarou ter se posicionado contrária à saída do PSB do governo federal. “Chegou-se à conclusão que a nossa presença no governo não estava sendo bem vista, então era melhor a gente sair, até para o próprio governador Eduardo Campos ficar livre para decidir em 2014 sobre sua candidatura à Presidência da República”, disse.

Lídice informou ainda que pretende ser a indicada de Wagner, mas caso não seja possível, não descarta sua candidatura. “O certo é que o governador Eduardo Campos não ficará sem palanque (para presidente) na Bahia. Pode ser a minha (candidatura) ou de outra pessoa”, finalizou. Foto reprodução

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

vinte + onze =