Home / Destaque / Cruz das Almas: servidores municipais paralisam atividades nesta terça e ameaçam greve

Cruz das Almas: servidores municipais paralisam atividades nesta terça e ameaçam greve

Servidores municipais de Cruz das Almas paralisam as atividades nesta terça-feira (19) para protestar contra o Decreto 351/2013, assinado pelo prefeito Raimundo Jean (PMDB) no último mês de agosto, que proibe os funcionários de retirar férias e obter licenças-prêmio, mudança de nível, aumento, reajuste, enquadramento e readaptação de função. A justificativa do Executivo à época foi a a tentativa de reduzir os custos em função da crise vivida pelos municípios brasileiros.

O Bahia Recôncavo conversou por telefone com Leonardo Peterle, vice-presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Cruz das Almas (Sindsemc), que confirmou a paralisação. “Vamos nos concentrar na sede da Euterpe e sair em direção ao Paço Municipal, na Praça Senador Themístocles (foto)”, explicou.

O sindicalista contou que a paralisação foi decidida na última quinta-feira (14) em assembleia realizada pela categoria. “Queremos negociar”, contou. Peterle informou ao Bahia Recôncavo que o movimento ocorreu porque o Executivo não cumpriu, segundo ele, a promessa de permitir férias pelo menos para o trabalhador que tivesse três desses benefícios acumulados. “Assim não tem como continuar”, reclamou.

A paralisação, conforme Peterle, afetará também as aulas nas escolas públicas de Cruz das Almas. “A APLB decidiu aderir ao movimento depois de realizarem assembleia”, revelou. O Bahia Recôncavo tentou falar com Carlos Augusto, presidente da APLB, mas ele não atendeu as ligações.

Ainda conforme Leonardo Peterle, caso a Prefeitura de Cruz das Almas não negocie a liberação de férias para os servidores, existe a possibilidade da categoria entrar em greve. “A assembleia é quem decidirá essa possibilidade”, concluiu. Reportagem: Maurício Medeiros

Um cometário

  1. Inclusive eu sou fucionária da saúde, tenho tres(o3) férias vencidas,e uma liçença prêmio vencidas já pedi e a prefeitura disse que não tem obrigação de me dá,quem quiser que procure seus direitos,é issi que eles falam,e ainda persegue quem reclama,como colocou a colega no PSF.É porque o povo são desunidos já era pra ter parado há muito tempo os servidores esperaram até demais.Nosso sálario está defasado se igualando ao mínimo,é vergonhoso até falar quanto um técnico de enfermagem ganha,éo pior salário da região.Que sejam realmente tomadas as mediadas cabiveis.e o prefeito deveria se envergonhar de os servidores chegarem a um ponto desses.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

15 − 9 =