Home / Notícias / Laudos não atestam colisão entre carro e moto na morte dos irmãos em Ondina

Laudos não atestam colisão entre carro e moto na morte dos irmãos em Ondina

O laudo do exame pericial sobre o acidente que provocou as mortes dos irmãos Emanuel Gomes, 21 anos, e Emanuelle Gomes, 23 anos, no início do último mês de outubro, no bairro de Ondina, em Salvador, foi anexado aos autos do processo na noite desta quarta-feira (27).

A medida foi tomada pelo advogado Sérgio Habib, que cuida da defesa da médica Kátia Vargas Leal, presa no Complexo Penitenciário de Salvador desde o dia 17 de outubro acusada de ser a responsável pelo acidente que causou a morte dos jovens.

Conforme o laudo produzido pela Coordenação de Perícias em Audiovisuais da Polícia Civil, as imagens das câmeras que filmaram o acidente não registraram “o momento exato do contato entre os veículos”. O documento afirma que as árvores do local impossibilitam concluir o choque entre o carro da médica e a motocicleta em que estavam os irmãos.

O advogado de defesa da médica cita também o laudo pericial da Polícia Civil produzido pela Coordenação de Engenharia Legal, que descreve os danos encontrados na motocicleta dos irmãos como “típicos daqueles produzidos pelo impacto de veículo contra obstáculo fixo”. Nesta sexta-feira (29) serão ouvidas oito testemunhas do acidente.

Habib acredita que o juiz responsável pelo processo pode expedir o mandado de soltura assim que avaliar as perícias feitas pela Polícia Civil. “Ficou comprovado que em nenhum momento o carro colidiu com a moto, muito menos da forma como a acusação dizia que bateu”, disse o advogado de defesa. Texto: Maurício Medeiros / Foto: Edilson Lima (Agência A Tarde)

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

2 × dois =