Home / Destaque / Preço dos combustíveis em Cruz das Almas varia até R$ 0,20 entre os postos

Preço dos combustíveis em Cruz das Almas varia até R$ 0,20 entre os postos

Dados recolhidos pelo IBGE apontam que a frota automobilística de Cruz das Almas passou de 17.009 carros em 2010 para 21.338 em 2012. Paralelo a este crescimento, o consumo de combustíveis também se expandiu: a cidade conta hoje com oito postos, que possuem autonomia para avaliar e estabelecer os próprios valores.

O Bahia Recôncavo pesquisou o preço dos combustíveis nos oitos postos da cidade (tabela abaixo) e descobriu que a variação pode chegar a R$ 0,20 de um estabelecimento para o outro.

Outra constatação é que os preços em Cruz das Almas são mais caros do que o praticado em média nos estabelecimentos da BR-101 e de outro municípios do Recôncavo.

Para alguns consumidores de Cruz das Almas a solução é diversificar. “Boto gás. Meu carro tem gás também”, revela o eletricista Cristiano Amaral, que alega gastar até R$ 300 mensais de combustível. “Gás natural ou álcool que está mais barato”, ensina. “Gasolina em último caso”, explica o consumidor.

Para Renaildo Barbosa, administrador do Posto Cajá, a culpa dos valores praticados na cidade é das revendodoras. “A gente compra o combustível na PETROBAHIA. Se ela aumentar a gente tem que aumentar um pouco”, justifica. Ele, porém, não esconde que a variação depende do mercado interno. “Aqui na verdade a gente vai pela concorrência. Se lá tá baixo [preço], a gente tem que abaixar também,  porque se a gente não abaixar não vende”, comentou.

Proprietário de dois postos na cidade, Leonardo Rocha culpa os encargos e responsabilidades pelo valor atual do produto. “Se todo mundo trabalhar direito e com seriedade como nós trabalhamos, os preços vão ser muito parecidos”, diz.

Leonardo enumera qualidade do combustível, treinamento de funcionários e adequação às normas ambientas como fatores que oneram o preço. Ele não considera o valor de Cruz das Almas alto, mas reconhece que está superior a Salvador e Feira de Santana. “Eles lá estão vendendo a preço de custo praticamente. É uma guerra de preço onde todo mundo sai perdendo. A distribuidora, o posto… Não dá pra pagar as suas despesas”, esclarece.

O Sindicombustiveis Bahia informa em seu site oficial que representa mais de 1.500 empresas, responsáveis por empregar aproximadamente 20 mil pessoas e responde por até 30% do Imposto Sobre Mercadorias e Serviços (ICMS) do estado.

Segundo a PETROBRAS, estima-se que 36% dos custos da gasolina sejam impostos. Já o diesel tem uma cota mais baixa: 20%. No GLP (Gás Natural) o índice é de 18%. Reportagem: Meire Fiúza / Foto: Maurício Medeiros

POSTOS

COMBUSTÍVEIS/ VALORES

GASOLINA Comum

GASOLINA Aditivada

Álcool

Diesel

Gás Natural

CAJÁ

R$ 2,689

R$ 2,299

R$ 2,180

R$ 2,110

CRUZ

R$ 2,689

R$ 2,849

R$ 2,199

R$ 2,189

PINHEIRO

R$ 2,869

R$ 2,969

R$ 2,290

R$ 2,23

TYREAM

R$ 2,869

R$ 2,969

R$ 2,290

R$ 2,23

SÃO LEÃO

R$ 2,67

R$ 2,70

R$ 2,10

R$ 2,14

(O Diesel S10 custa R$ 2,30)

PETROBRAS

R$ 2,668

R$ 2,70

R$ 2,10

R$ 2,14

BR

R$ 2,86

R$ 2,95

R$ 2,34

R$ 2,24

CHAPADINHA

R$ 2,869

R$ 2,869

R$ 2,259

Pesquisa de preços realizada em 17 e 18/10/2013

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

oito + 1 =