Home / Destaque / Raimundo Jean fala sobre paralisação dos servidores municipais de Cruz das Almas

Raimundo Jean fala sobre paralisação dos servidores municipais de Cruz das Almas

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Cruz das Almas emitiu nota oficial sobre a paralisação dos servidores municipais programada para ocorrer nesta terça-feira (19). Os trabalhadores pedirão no movimento a revogação do Decreto nº351/2013, publicado no último mês de agosto, em que, segundo os sindicalistas, férias, licenças-prêmios, mudança de nível, aumento, reajuste, enquadramento e readaptação de função foram suspensos pelo Executivo.

Conforme o comunicado, o prefeito Raimundo Jean (PMDB) diz que o Decreto nº351/2013 foi feito de “forma legal” e que a suspensão das férias “extingue no final do próximo mês”, revelou.

“Não estamos privando nenhum servidor dos seus direitos, só estamos tentando organizar a casa, e para isso não foi possível permitir as férias durante o período de vigência do decreto”, explicou o prefeito por meio de nota encaminhada por sua assessoria de imprensa.

Sobre a suspensão de vantagens, aumentos, reajustes, adequação de remuneração e licenças-prêmio, o prefeito alegou dificuldades financeiras vividas pelos municípios brasileiros. “Somos sensíveis a estas causas, sabemos das necessidades de cada um, mas não podemos ser inconsequentes ou irresponsáveis de fazer algo que pode ter consequências indesejadas no futuro”, disse, em clara referência à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Sobre a adesão da APLB à paralisação desta terça-feira, Raimundo Jean classificou de “insensatez” e negou veementemente que a Prefeitura de Cruz das Almas deixará de pagar a Regência de Classe e a Atividade Complementar aos docentes. “Jamais cogitamos isso”, enfatizou o prefeito. Texto: Maurício Medeiros / Foto reprodução

NOTA OFICIAL

O prefeito Dr. Jean, que está num Encontro de Prefeitos Municipais, no município de Camaçari, se manifestou a respeito da articulação do Sindsemc, para que o os servidores municipais paralisem nessa terça-feira (19) em protesto ao Decreto nº 351/2013 de 15 de agosto de 2013. Segundo o prefeito, não há motivo para que os servidores adotem tal atitude, pois a medida adotada de forma legal foi tomada no sentido de evitar maiores problemas, decorrentes da Lei de Responsabilidade Fiscal.

O prefeito também lembra que a suspensão das férias extingue no final do próximo mês. “Não estamos privando nenhum servidor dos seus direitos, só estamos tentando organizar a casa, e para isso não foi possível permitir a férias durante o período de vigência do decreto”, ressaltou o prefeito.

Dr. Jean também falou sobre a concessão de vantagens, aumento, reajuste, adequação de remuneração e licença prêmio. “Somos sensíveis a estas causas, sabemos das necessidades de cada um, mas não podemos ser inconsequentes ou irresponsáveis de fazer algo que pode ter consequências indesejadas no futuro. Vamos solucionar todas essas problemáticas, mas pedimos a paciência dos funcionários, para que possamos resolver tudo da melhor maneira”, comentou.

Com relação à situação dos professores, Dr. Jean, denominou de insensatez o que estão fazendo, quando suscitaram que a prefeitura deixaria de pagar Regência e AC. “Jamais cogitamos isso! Parece-me uma atitude insensata de alguém que deseja tumultuar a relação com os professores. Nosso governo, aposta na valorização desses profissionais, numa educação de qualidade e a Regência e o AC são direitos adquiridos, e não deixaremos de cumprir com nossa responsabilidade”, declarou.

 

2 Comentários

  1. Quando na época de campanha política não vemos ninguém usar essa tal lei de responsabilidade fiscal com tema nos palanques e debates, ficam por ai prometendo o que não podem cumprir!!!!!

  2. Sou servidora tenho tres (03) férias vencidas e uma liçença prêmio e a prefeitura disse que não sabe quando vai me dá,sendo um direito meu,nosso salário já se igualou ao minimo ,é o pior salário da região, e ainda nos perseguem,como os outros interiores não estão em crise financeira, só Cruz das Almas?estão fazendo o que com o dinheiro da prefeitura,desviando?

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

vinte − 5 =