Home / Brasil / Empresária confirma esquema de corrupção no Ministério do Trabalho

Empresária confirma esquema de corrupção no Ministério do Trabalho

A edição da revista Istoé que chega às bancas neste sábado (25) traz grave denúncia contra o ex-ministro do Trabalho (foto à esquerda), Carlo Lupi (PDT), e o atual titular da pasta (foto à direita), Manoel Dias (PDT). A empresária Ana Cristina Aquino, proprietária das transportadoras AG Log e AGX Log Transportes, ambas sediadas em Minas Gerais, diz ter pago R$ 200 mil a Lupi, atual presidente nacional do PDT.

A Polícia Federal (PF) alega possuir provas necessária para mostrar que a mulher emprestava as suas duas empresas como passagem para dinheiro usado no pagamento de suborno utilizado na criação de sindicatos. Ela delatou o esquema despois de a investigação da PF suspeitar do seu vertiginoso enriquecimento em apenas dois anos. A mineira saiu de uma vida simples para cinco carros importados na garagem, helicóptero e avião particular.

O elo entre a empresária e dirigentes do Ministério do Trabalho, segundo a PF, é João Graça, assessor especial do ministro Manoel Dias e homem de confiança de Carlos Lupi. Ele era um dos sócios na empresa de Aquino, mas saiu da sociedade depois de a PF desconfiar do esquema. Todos os acusados prometem se manifestar quando foram notificados oficialmente pela Justiça. Texto: Maurício Medeiros / Foto: Brasil 247

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

quatro × 1 =