Home / Brasil / ONU cobra apuração de mortes em presídios do Maranhão

ONU cobra apuração de mortes em presídios do Maranhão

A Organização das Nações Unidas (ONU) pediu ao Brasil que investigue as violações de direitos humanos e atos de violência que ocorreram nos presídios do Maranhão, em especial no Complexo de Pedrinhas. “Pedimos às autoridades brasileiras que realizem imediata, imparcial e efetiva investigação dos eventos, para apurar e encontrar os responsáveis”, informou o Alto-Comissariado de Direitos Humanos da ONU que tem se mostrado preocupado com imagens publicadas pelo jornal Folha de São Paulo, que mostram presos decapitados dentro da penitenciária situada em São Luís.

O relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgado em dezembro de 2013 apontou que 59 presos foram mortos dentro do presídio no ano passado devido a uma série de rebeliões e confrontos entre facções criminosas dentro do complexo, que fica na capital. O Alto-Comissariado solicita que o Brasil ponha em prática o Sistema Nacional de Combate e Prevenção à Tortura, anunciado em 2013.

Confira abaixo o infográfico sobre o sistema carcerário do Maranhão:

14007710

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

4 × 5 =