Home / Brasil / Policiais envolvidos no massacre do Carandiru voltam a ser julgados

Policiais envolvidos no massacre do Carandiru voltam a ser julgados

Foi iniciada na manhã desta segunda-feira (17),  a quarta etapa etapa do júri do massacre do Carandiru, no Fórum Criminal da Barra Funda, zona oeste de São Paulo. O episódio, que resultou na morte de 111 detentos do presídio de São Paulo, aconteu em 2 de outubro de 1992. Voltam a ser julgados mais de 12 policiais e ex-policiais militares envolvidos no caso. Dois policiais já morreram. Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), eles serão julgados pela morte de dez detentos e três tentativas de homicídio no último andar do pavilhão.

A quarta etapa, que reúne policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), ocorrerá antes da conclusão da terceira, que teve início no dia 18 de fevereiro, mas foi cancelada em seu segundo dia, após o advogado de defesa dos réus, Celso Vendramini, abandonar o plenário. Por conta dessa atitude, Vendramini recebeu uma multa no valor de 70 salários mínimos (cerca de 50 mil reais), mas voltará, nesta segunda-feira, a defender os acusados. De acordo com o Ministério Público, três sobreviventes do massacre serão as testemunhas de acusação.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

10 − 1 =