Home / Brasil / Câmara dos Deputados analisa afastamento de André Vargas da vice-presidência

Câmara dos Deputados analisa afastamento de André Vargas da vice-presidência

Investigado por causa da interceptação de mensagens com o doleiro Alberto Youssef, preso no último dia 17 de março na Operação Lava-Jato da Polícia Federal (PF), André Vargas (PT-PR) deve se afastar da vice-presidência da Câmara dos Deputados enquanto prosseguir as investigações, informa o jornal O Globo desta segunda-feira (7). A licença começou a ser discutida com o presidente da Casa, Henrique Alves (PMDB-RN), neste domingo (6). Na quarta-feira (2), em pronunciamento feito na tribuna, o petista confirmou ter usado o jatinho de Youssef em viagem familiar para João Pessoa. O afastamento é defendido também pelos líderes dos principais partidos de oposição ao governo, Antônio Imbassahy (PSDB-BA), Mendonça Filho (DEM-PE) e Rubens Bueno (PPS-PR). O doleiro é acusado de lavagem de dinheiro, remessa ilegal de dólares e financiamento de tráfico de drogas. A PF investiga se os dois são sócios no Laboratório Labogen. Texto: Maurício Medeiros / Foto reprodução

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

catorze − 3 =