Home / Notícias / Greve da PM: Capitão Tadeu critica Jaques Wagner e Lídice da Mata

Greve da PM: Capitão Tadeu critica Jaques Wagner e Lídice da Mata

O deputado estadual Capitão Tadeu (PSB), que se proclamou na última sexta-feira (18), após a prisão de Marco Prisco (PSDB), como o novo líder de uma segunda greve da Polícia Militar baiana em 2014, ligou sua metralhadora giratória em entrevista concedida à Rádio Metrópole na manhã desta terça-feira (22). Segundo o socialista, foi preciso convocar a retomada do movimento. “Se eu não assumisse iriam ter vários líderes”, justificou.

O parlamentar acusou o governador Jaques Wagner (PT) de inabilidade na condução das negociações antes da greve. “É muita falta de inteligência botar um delegado para fazer um estatuto disciplinar militar”, esbravejou. Tadeu revelou ainda um pedido do petista ao prefeito de Salvador. “Ligou até para [ACM] Neto (DEM) para que chamasse Prisco para conversar”, emendou. “Mas lá no Wet’n [Wild] a tropa já estava irritada”, disse.

A senadora Lídice da Mata (PSB) foi criticada indiretamente por Tadeu. Ela, na sexta-feira à noite, declarou na imprensa que era contra a atitude do colega de partido de convocar uma nova greve. “Enquanto muita gente se omitiu e estava tomando vinho, outros ficaram postando nota na imprensa para dá uma de bonzinho”, ironizou.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

8 − 6 =