Home / Notícias / MP-BA acusa estudantes da UNEB de fraudarem sistema de cotas

MP-BA acusa estudantes da UNEB de fraudarem sistema de cotas

Quatro estudantes de Direito da Universidade Estadual da Bahia (UNEB) podem perder suas vagas na instituição. O motivo, segundo o Ministério Público da Bahia (MP-BA), é que o quarteto alterou documentos para conseguir aprovação via regime de cotas na instituição.

Ana Júlia Pereira da Paixão, 36 anos, Laércio Fernandes de Moraes, 37, Jaqueline Pereira da Silva, 33, e Ionete Meira Silva Amorim, 44, estudantes do campus de Brumado da UNEB, podem perder suas vagas caso seja comprovada a falsidade ideológica de documento público.

Segundo a regra para ser aceito no regime de cota, o candidato deve comprovar renda familiar de até quatro salários mínimos. O MP-BA pediu à UNEB o cancelamento da matrícula dos estudantes. A instituição tem 10 dias para acatar a recomendação.

Caso sejam condenados, os quatro discentes podem ser presos e a pena varia de um a cinco anos de reclusão. Foto reprodução

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

5 + 20 =