Home / Destaque / Por vaga olímpica, baiano Isaquias Queiroz abre mão de prova em que é favorito

Por vaga olímpica, baiano Isaquias Queiroz abre mão de prova em que é favorito

O Mundial de Canoagem Velocidade começa amanhã, em Milão, na Itália, com uma missão especial para o baiano Isaquias Queiroz. Um dos melhores atletas brasileiros na modalidade, ele abrirá mão de disputar a prova do C1 1000m, na qual é especialista e um dos favoritos ao ouro, para competir no C1 200m. O motivo é tentar uma vaga na Olimpíada  Rio-2016 para o Brasil.

Como o país já tem vaga olímpica garantida para o C1 1000m, por convite como país-sede, e ainda não tem para o C1 200m, o técnico da seleção brasileira optou por escalar seu atleta mais forte na prova curta. “A estratégia do Mundial é vaga olímpica, e não medalhas. Às vezes temos que pensar no que é importante, e agora são as vagas olímpicas para 2016. No Rio, eu não vou remar o C1 200m, só o C1 1000m”, explica Isaquias.

Para conseguir a vaga, Isaquias precisa ficar entre os sete melhores no C1 200m, prova na qual ele conquistou a medalha de ouro no Pan de Toronto. Caso consiga o feito, Nivalter de Jesus – que competirá na C1 1000m no Mundial – assumirá os remos e disputará a prova no Rio-2016.

Além de Isaquias, mais três baianos disputarão o Mundial de canoagem: os medalhistas do Pan Erlon Silva (prata) e Valdenice Nascimento (bronze), além de Andrea Oliveira.

Por: Correio

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

onze + um =