Home / Destaque / Medina avança às quartas em Pipeline e segue na luta pelo bi mundial

Medina avança às quartas em Pipeline e segue na luta pelo bi mundial

Primeiro surfista a entrar no mar nesta quarta-feira em Pipeline, no Havaí, Gabriel Medina se manteve na briga pelo título mundial de surfe desta temporada. O brasileiro, atual campeão da World Surfing League (WSL), venceu sua bateria contra o sul-africano Jordy Smith e se classificou para as quartas de final da última etapa do ano.

Medina se aproveitou de dois tubos consecutivos para abrir vantagem e dominar a bateria. O adversário não teve a mesma eficiência em suas escolhas. Nos dez minutos finais, o placar não se alterou e com isso o brasileiro passou com facilidade à fase seguinte: 15.84 x 4.50. “Eu me senti bem, consegui avançar e as ondas estavam boas. Espero que consiga continuar assim. Consegui uma onda bem forte, poderosa, tinha um bom tamanho”, analisou o brasileiro após vencer a bateria em Pipeline.

Paralelamente ao duelo entre Medina e Smith, o australiano Bede Durbigde abandonou sua bateria contra o havaiano Keanu Asing após ser engolido pela onda ao cair da prancha. Ele deixou o mar na maca, reclamando de dores nas costas, e foi levado ao hospital.

A disputa está em andamento nesta quarta-feira em Pipeline, com os demais candidatos ao título esperando sua hora de ir para o mar: os brasileiros Adriano de Souza e Filipe Toledo e o australiano Mick Fanning, líder do ranking mundial.

Por/; Tribuna da Bahia

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

16 + 19 =