Home / Notícias / Tripulantes são resgatados de barco à deriva em Itaparica; dupla ficou 48 horas no mar

Tripulantes são resgatados de barco à deriva em Itaparica; dupla ficou 48 horas no mar

Dois tripulantes de um barco que ficou cerca de 48 horas à deriva no mar, na altura da Ilha de Itaparica, foram resgatados na tarde desta terça-feira (5) pelo Comando do 2º Distrito Naval. A dupla, que estava em um saveiro chamado Rio Sena, saiu da localidade de Gamboa do Morro, na ilha de Tinharé, na tarde do domingo (3).

Por volta da 1h, a Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) foi informada da existência de um barco à deriva nas proximidades de Itaparica. A Marinha entrou em contato com o dono do saveiro, Nilton Lídio da Silva, 67 anos, que confirmou a situação e informou que a embarcação estava ancorada perto da Praia de Aratuba, e que necessitava de reboque.

Nilton Lidio e Fabrício Costa de Jesus, 39, saíram na embarcação de pesca e voltariam para o bairro de Plataforma, mas acabaram à deriva. O proprietário do saveiro tornou a entrar em contato com a Marinha na manhã desta terça-feira (5), informando que o barco estava à deriva e não se encontrava mais no local informado para a equipe de resgate.

A Marinha deu então início a uma operação de Busca e Salvamento (SAR) com a ajuda do navio-Patrulha ‘Guaratuba’, uma equipe de inspeção naval da CPBA e uma aeronave do Grupamento Aéreo da Policia Militar (Graer), que sobrevoou a região.

Os dois tripulantes do saveiro foram localizados e resgatados da embarcação na tarde de hoje, por volta das 16h30. Segundo informações do Graer, a embarcação estava a quatro quilômetros da costa, ma região da Ponta de Aratuba. A dupla foi resgatada pelo helicóptero do Grupamento e passa bem.

Eles foram direcionados para a sede do Comando do 2º Distrito Naval por volta das 19h. Lá, Nilton e o tripulante iam ser alimentados após passarem por uma avaliação médica. De acordo com o capitão Polícia Militar Solon Ferreira, o mar revolto e o vento forte podem ter danificado o motor da embarcação. (Correio a Bahia)

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

dezessete + nove =