Home / Esportes / Paralimpíada terá sete baianos em quatro esportes diferentes

Paralimpíada terá sete baianos em quatro esportes diferentes

Após celebrar as medalhas de Isaquias Queiroz, Erlon Souza e Robson Conceição, além da de Walace, volante da seleção brasileira de futebol sub-23, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, os baianos já têm novos atletas com quem gastar a torcida.

Nesta quarta, acontece a cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos do Rio-2016, com as competições começando na quinta. Ao todo, sete baianos estarão buscando medalha na capital carioca.

A maior chance, sem dúvida, é no Futebol de 5, para deficientes visuais. São três baianos na seleção brasileira: Cássio, Gledson e Jefinho. Este último já foi eleito o melhor jogador do mundo em 2010. O Brasil é o atual tricampeão paralímpico, bicampeão mundial e não perde uma competição desde 2006.

Na natação, a Bahia terá Verônica Almeida, veterana de dois Jogos Paralímpicos e bronze no Pan de Toronto nos 50m da classe S7. No remo, Renê Pereira foi 5º colocado no Mundial de 2015 e tem reais chances de medalha no Rio.

No atletismo são duas baianas, sendo que ambas não moram no estado. Raíssa Rocha, do dardo na classe F56, é atual vice-campeã mundial e mora em Uberaba. Já Tascitha Cruz, que mora no Rio, ficou em 4º nos 100m da T36 no Mundial do Catar, no ano passado. Ela também tem chance de subir ao pódio.

Por: Correio

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

vinte − dez =