Home / Destaque / Brasil perde prata no Mundial Paralímpico após sofrer punição

Brasil perde prata no Mundial Paralímpico após sofrer punição

Na final que fechou as disputas do Mundial Paralímpico de Natação de 2017, na noite de quinta-feira (7), na Cidade do México, o Brasil terminou em segundo lugar a prova do revezamento misto 4×50 metros livre 20 pontos (somatória dos números das classes), mas acabou tendo o seu resultado desqualificado por causa de uma irregularidade de um dos integrantes de sua equipe e, com isso, perdeu a medalha de prata com a qual poderia ter fechado a sua participação no grande evento.

A punição ocorreu porque a brasileira Patrícia Santos, que abriu o revezamento para o time nacional, queimou a largada no começo da prova. Somente no final da mesma, porém, soube-se que de nada adiantou o esforço da equipe que também contou com Luis Antonio Silva, Joana Silva e finalmente Daniel Dias.

Após conquistar seis medalhas de ouro nesta edição da competição e completar 30 pódios dourados ao longo de cinco campanhas em Mundiais, Daniel Dias foi o último do quarteto brasileiro a cair na água para fechar o revezamento. E o astro paralímpico cumpriu a sua parte e fez o que podia ao terminar em segundo lugar, pois o time da China, que levou o ouro, já tinha o seu último nadador disparado na frente.

Com a desqualificação da equipe brasileira, porém, o time da Itália herdou a prata depois de fechar a prova em terceiro lugar, enquanto que o México pulou da quarta posição para o bronze. Líder do quadro de medalhas do Mundial – com 30 ouros, 16 pratas e 10 bronzes -, a China fechou a sua campanha em grande estilo ao também quebrar o recorde do campeonato no revezamento misto 4×50 metros livre com o tempo de 2min18s86.

Em outra final realizada em uma das últimas disputas da noite de (7) quinta-feira, o brasileiro Felipe Caltran conquistou a medalha de bronze da prova dos 100 metros borboleta classe S14 ao cravar o tempo de 1min01s47. O ouro ficou com o sul-coreano Inkok Lee, com 57s78, enquanto que a prata foi obtida pelo seu compatriota Wonsang Cho, com 1min01s27.

Por: Correio

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

dezenove + 12 =