Home / Destaque / Brasil recua e decide não sediar Conferência do Clima da ONU em 2019

Brasil recua e decide não sediar Conferência do Clima da ONU em 2019

O governo brasileiro decidiu retirar a candidatura para sede da COP-25, a conferência anual da ONU para negociar a implementação do Acordo de Paris. A expectativa era de que o país recebesse o evento no ano que vem. Em nota, Itamaraty comunicou a retirada da candidatura e justificou a decisão por conta da falta de recursos.

“Tendo em vista as atuais restrições fiscais e orçamentárias, que deverão permanecer no futuro próximo, e o processo de transição para a recém-eleita administração, a ser iniciada em 1º de janeiro de 2019, o governo brasileiro viu-se obrigado a retirar sua oferta de sediar a COP 25”, diz a nota do Itamaraty.

O texto também aponta que a “o governo brasileiro conduziu análise minuciosa dos requisitos para sediar a COP25. A análise enfocou, em particular, as necessidades financeiras associadas à realização do evento.”

De acordo com fontes ligadas ao jornal Folha de S. Paulo, a questão orçamentária, no entanto, não seria um entrave para a realização da conferência, já que estaria resolvida em meados de outubro. Membros do alto escalão do Ministério do Meio Ambiente (MMA) afirmam que havia reserva de recursos do Fundo Clima para garantir a realização da COP-25, que também teve seu orçamento aprovado em junho pelo Congresso, em emenda da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

três × cinco =