Home / Destaque / Médicos cubanos começam a voltar ao país de origem na próxima semana

Médicos cubanos começam a voltar ao país de origem na próxima semana

Os cerca de 8 mil profissionais cubanos que atuam no programa Mais Médicos retornarão ao país de origem antes do fim do ano. Representantes dos ministérios de Saúde Pública e do Transporte de Cuba informaram que existe um plano para o regresso “ordenado e seguro” dos médicos, que começará no final da próxima semana e deve terminar em meados de dezembro.

Na última quinta (15), um grupo de 196 médicos cubanos retornou ao país. A reação acontece após declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro.

De acordo com o vice-ministro do Transporte, Eduardo Rodríguez, os profissionais da área de saúde retornarão por via aérea até o aeroporto internacional José Martí, de Havana, e de lá serão levados para suas casas nas diferentes províncias. Os profissionais terão assegurado o envio de todos os seus pertences, tanto em relação à bagagem quanto no caso de artigos enviados por operadores de carga, por via aérea ou marítima.

De volta ao país, os médicos terão o emprego garantido, assim como a possibilidade de prestar serviços em outras nações onde Cuba tem profissionais da saúde.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

17 − seis =