Home / Destaque / Vídeos vetados pelo TSE nas Eleições 2018 continuam no ar

Vídeos vetados pelo TSE nas Eleições 2018 continuam no ar

Imagens e vídeos enganosos que foram bloqueados nas redes sociais por determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) continuam no ar em outros endereços. De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, há pelo menos dez casos de compartilhamento de conteúdos falsos por outros usuários das redes sociais mesmo após a decisão judicial.

O principal caso é o do vídeo em que o presidente eleito Jair Bolsonaro faz ataques ao suposto “kit gay”, apelido pejorativo dado a uma cartilha do Ministério da Educação contra a homofobia. O vídeo, que foi gravado há três anos e voltou a circular durante a campanha, tem mais de 280 mil compartilhamentos e está no perfil oficial de Bolsonaro.

Em 16 de outubro, o ministro Carlos Horbach, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ordenou a retirada de seis postagens do vídeo no YouTube e no Facebook. No entanto, os links apontados na ação não eram da página de Bolsonaro, mas de usuários que compartilharam o conteúdo.

Segundo especialistas, os links removidos a pedido da Justiça ficam apenas bloqueados para acessos realizados por computadores brasileiros. No exterior, eles continuam acessíveis, assim como para qualquer pessoa que use ferramentas que mascarem o endereço IP (rótulo numérico que identifica dispositivos). Isso facilita que o conteúdo seja compartilhado mesmo após o bloqueio.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

16 − quinze =