Home / Destaque / Corregedoria do Senado pode investigar Renan por ataque sexista

Corregedoria do Senado pode investigar Renan por ataque sexista

O novo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou a colegas que o corregedor geral do Senado, Roberto Rocha, (PSDB-MA), está “à disposição” para tomar providências contra Renan Calheiros (MDB-AL), em razão das agressões sexistas direcionadas a uma jornalista e à família da senadora Simone Tebet (MDB-MS).

As ofensas foram feitas no domingo (03) através do Twitter, um dia depois de Calheiros perder a eleição para presidência do Senado. Entretanto, com a violenta reação dos internautas, o senador apagou o post.

“Nunca vi nada igual. É tão grave que merece ser examinado”, comenta Roberto Rocha.

A corregedoria só pode atuar caso algum senador faça uma denúncia contra Calheiros, o que não havia ocorrido até ontem (4).

Simone Tebet e a jornalista Dora Kramer, alvos das agressões, preferiram não responder aos ataques. “Agradeço as manifestações, mas não vou responder. O que ele [Calheiros] diz fala por ele”, conclui Kramer.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

um × quatro =