Home / Destaque / Número de homicídios de LGBTs dobra em um ano na Bahia

Número de homicídios de LGBTs dobra em um ano na Bahia

As denúncias de homicídios contra a população LGBT mais que dobraram na Bahia no período de um ano, segundo dados do Atlas da Violência, lançado ontem (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O levantamento considera denúncias de violações de direitos humanos feitas ao Disque 100.

Segundo o Atlas, o volume de denúncias de assassinatos contra LGBTIs no estado saltou de sete em 2016 para 18 no ano seguinte, o que representa um aumento de 157,1%. Também houve aumento nas denúncias de lesão corporal, que saíram de 18 para 22 no mesmo período. Já o número total de denúncias feitas por LGBTIs caiu 20% entre estes dois anos, de 91 para 72.

No Brasil, o número total de denúncias de violência contra LGBTs em 2017 foi de 1.720, o que representa uma redução de 8% em relação a 2016. O estado com mais casos registrados no Disque 100 foi São Paulo (260), seguido pelo Rio de Janeiro (181) e Minas Gerais (117). Em relação às denúncias de homicídios, São Paulo também está à frente, com 21 casos, seguido pelo Ceará (20) e Minas Gerais (19).

Por: Metro 1

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

8 − 8 =