Home / Destaque / Bolsonaro diz que Macron deve retirar ‘insultos’ antes de aceitar dinheiro para Amazônia

Bolsonaro diz que Macron deve retirar ‘insultos’ antes de aceitar dinheiro para Amazônia

Após o próprio Palácio do Planalto informar que o governo brasileiro iria rejeitar a ajuda de US$ 20 milhões oferecida pelo G7, o presidente Jair Bolsonaro voltou atrás e negou que tenha definido o assunto, em entrevista à imprensa hoje (27).

Agora, ele condiciona a aceitação do auxílio financeiro com a retirada de declarações do presidente da França, Emmanuel Macron, contra o mandatário brasileiro.

“Eu falei isso? Jair Bolsonaro falou? Primeiramente, o Macron tem que retirar os insultos à minha pessoa. Depois, nossa soberania está em aberto na amazônia. Para conversar e aceitar qualquer coisa da França, ele tem que retirar essas palavras e temos que conversar”, declarou.

O presidente também negou que tenha ofendido a primeira dama da frança, Brigitte Macron. No sábado, um seguidor postou uma montagem com Bolsonaro e Michelle e o casal da França, com a seguinte legenda: “agora entende por que macron persegue bolsonaro?”. Bolsonaro então, respondeu: “não humilha cara. kkkkkkk”.

Ao ser questionado sobre o assunto hoje, Bolsonaro disse que seu comentário chamou atenção do seguidor para que ele não falasse “besteira”.

“[No] meu comentário eu falava para não insistir neste tipo de postagem”, acrescentou.

Lembrado por jornalistas de que seu comentário tinha risadas (kkkkk), o presidente encerrou a entrevista e não respondeu se pretende pedir desculpas à primeira-dama da França.

“Tchau para vocês. … Realmente, vocês não merecem a consideração”, declarou.

Por: Metro1

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

4 × 5 =