Home / Destaque / Quase metade dos deputados falta a pelo menos 1/4 das votações nominais da Câmara

Quase metade dos deputados falta a pelo menos 1/4 das votações nominais da Câmara

Em seis meses de atividades, 230 dos 527 deputados federais que assumiram o mandato em algum momento da atual legislatura estiveram ausentes em pelo menos 1/4 das votações nominais da Câmara dos Deputados, segundo levantamento do G1 com dados de 1º de fevereiro a 12 de julho de 2019. O deputado licenciado Josias Gomes (PT-BA), que comanda a Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia (SDR), esteve ausente em todas as 21 votações nominais que ocorreram até ele se licenciar do mandato, em 13 de março, sendo considerado o mais faltoso.

O resultado significa que 44% dos deputados – quase a metade – faltaram, quando exerciam o mandato, a uma de cada quatro votações nominais, nas quais é identificado o posicionamento de cada parlamentar.

Foram 144 votações nominais no primeiro semestre de trabalhos na Casa, sendo 85% delas realizadas na terça ou na quarta-feira, dias da semana considerados mais agitados na Câmara.

O levantamento aponta que o dia com a maior média de ausentes foi 17 de junho deste ano, quando foram votados dois requerimentos (um de retirada de pauta e outro de adiamento da votação por duas sessões). As duas votações nominais somaram 400 deputados ausentes. A média do dia foi de 200 faltantes.

Já as votações com as menores médias de ausentes foram registradas na semana que discutiu a reforma da Previdência no plenário da Câmara, em 10, 11 e 12 de julho deste ano. A votação do texto-base da reforma da Previdência, por exemplo, teve apenas três parlamentares ausentes, em 10 de julho.

Por: Metro1

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

quinze + catorze =