Home / Destaque / PF sugere nova investigação de ‘caixa 2’ em campanha de ministro de Bolsonaro

PF sugere nova investigação de ‘caixa 2’ em campanha de ministro de Bolsonaro

A Polícia Federal sugeriu a abertura de uma segunda investigação sobre o caso de candidatas laranjas do PSL. Desta vez, a apuração deve mirar as contas de campanha do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

De acordo com reportagem da Folha de ontem (6), o depoimento de um ex-assessor e uma planilha apreendida apontam para a suspeita de que o dinheiro do esquema de laranjas foi desviado para abastecer, por meio de caixa dois, as campanhas do presidente Jair Bolsonaro e de Álvaro Antônio, que era coordenador da candidatura presidencial em Minas Gerais e candidato a deputado federal.

Se a nova investigação for aberta, o ministro de Bolsonaro será suspeito de ter movimentado recursos sem o conhecimento da Justiça Eleitoral.

Além do depoimento e da planilha, a PF tem outros indícios de recursos não contabilizados na campanha do titular do Ministério do Turismo.

As evidências estão nos autos e foram enviadas para o Ministério Público. O promotor Fernando Ferreira Abreu confirmou que haverá novas investigações, mas não deu detalhes.

No caso do “laranjal”, Álvaro Antônio foi indiciado e denunciado na semana passada, junto com outras dez pessoas, sob acusação dos crimes de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita de recurso eleitoral e associação criminosa.

Por: Metro1

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

16 + catorze =