Home / Destaque / Bolsonaro diz que reduziu consumo de carne no Alvorada após alta no preço

Bolsonaro diz que reduziu consumo de carne no Alvorada após alta no preço

Com a alta do preço da carne, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que diminuiu para duas vezes por semana o consumo do produto no Palácio do Alvorada, residência oficial da Presidência da República. A declaração foi dada ontem (26), em live nas redes sociais.

Durante a transmissão, ele disse que a sua ideia era limitar para uma vez por semana, consumindo peixe e frango nos demais dias, mas a primeira-dama Michelle Bolsonaro pediu para ampliar a quantidade.

“Falam que o presidente tem mordomia e tem carne de graça. Tenho carne de graça, não. Eu determinei aqui, no Palácio da Alvorada, na semana passada, o consumo de carne uma vez por semana. E, logicamente, a minha esposa mandou passar para duas”, disse.

A alta da carne puxou o aumento de 0,51% da inflação oficial em novembro. O produto teve crescimento no preço após o aumento das exportações para a China.

O presidente ainda voltou a dizer que não vai tabelar o preço da carne, já que a política econômica de seu governo prega o livre mercado, e disse que logo o valor será reduzido, assim como aconteceu com o tomate e o feijão. “É acomodação. Tivemos lá atrás crises de outros alimentos, a do tomate e a do feijão. Devagar o mercado vai se acertando”, disse. “A gente resolve o problema, passa a crise. Agora, tabelar isso não existe. Subsídio e criar imposto não existe”, acrescentou.

Por: Metro1

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

15 + quinze =