Home / Destaque / Após resistência de parlamentares, acordo com Bolsonaro por verbas do orçamento volta ao Congresso

Após resistência de parlamentares, acordo com Bolsonaro por verbas do orçamento volta ao Congresso

O presidente Jair Bolsonaro não resistiu à pressão feita por deputados e senadores e decidiu enviar ao Congresso projetos de lei que regulamentam o orçamento impositivo e deixam com parlamentares a palavra final sobre R$ 15 bilhões. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, para evitar retaliações futuras em propostas de interesse do governo, como as reformas tributária e administrativa, o presidente encaminhou a proposta como parte da tentativa de um novo acordo. A atualização do texto começou a ser costurada por articuladores do governo e líderes partidários na noite de segunda-feira (2).

Durante a noite de ontem (3), congressistas decidiram adiar a votação sobre os vetos do presidente para esta quarta (4) e sobre os projetos que detalham a distribuição dos recursos apenas para a semana que vem. Parte dos parlamentares criticou a decisão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que adiou para a próxima terça (10) a análise dos projetos que tratam do orçamento impositivo.

“Nós vamos suspender essa sessão e fui ao gabinete do presidente [da Câmara] Rodrigo Maia conversar com vários lideres partidários porque a decisão precisa ser conjunta”, disse o presidente do Congresso. Os projetos enviados ao Congresso são uma tentativa de destravar um impasse com o Legislativo que já dura duas semanas e envolve o controle de R$ 30,1 bilhões de recursos deste ano.

Por: Metro1

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

dezenove + 18 =