Home / Destaque / Especialistas em leitura labial confirmam que Neymar foi chamado de macaco

Especialistas em leitura labial confirmam que Neymar foi chamado de macaco

Especialistas em leitura labial confirmaram que Neymar foi alvo de racismo por parte do zagueiro Álvaro González, do Olympique de Marselha. Eles afirmaram que o jogador espanhol direcionou ao atacante brasileiro a palavra “mono” (macaco, em espanhol) durante clássico disputado no último dia 13, em Paris, pelo Campeonato Francês.

“Ele fala a palavra ‘mono’ em espanhol, no momento em que ele, inclusive, fala e vira a boca. Ali fica claro. A gente não conseguiu, por exemplo, perceber o que ele fala antes de falar a palavra ‘mono’. Mas a palavra ‘mono’ foi um trecho que a gente teve consenso na hora em que estava fazendo o trabalho de leitura labial”, disse o tradutor de libras, Felipe Oliver, durante entrevista à TV Globo. Felipe também trabalha para o Instituto Nacional de Educação de Surdos.

Luis Felipe Ramos, que faz parte da Associação de Surdos do Rio de Janeiro, também foi entrevistasdo, além de Mikel Vidal – também tradutor de libras e funcionário do Instituto Nacional de Educação de Surdos -, filho de colombianos e com formação avançada em espanhol.

O Olympique de Marselha defendeu González e afirmou que o espanhol não é racista. Um tio do zagueiro afirmou que a palavra pronunciada foi “bobo” e não “mono”, em entrevista na Espanha. O Paris Saint-Germain preparou um dossiê para a defesa do atacante e, caso González seja punido, pode ficar fora de até 10 jogos.

Por: Metro1

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

3 × 1 =