BrasilCulturaEducaçãoEmpregoNegóciosNotícias

BNDES Periferias promove oficina para tirar dúvidas sobre novos projetos

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) realiza nesta quarta-feira, dia 10, a partir das 15h, a segunda oficina de construção de projetos dirigidos ao BNDES Periferias. A iniciativa, lançada pelo banco em parceria com a Secretaria Nacional de Periferias do Ministério das Cidades, dará apoio a comunidades na geração de trabalho e renda, educação, cultura e inclusão social.

A chamada pública para este primeiro ciclo do BNDES Periferia estará aberta até 31 de maio. A oficina vai tirar dúvidas dos eventuais proponentes sobre a iniciativa e sobre o preenchimento do roteiro de apresentação de propostas. Para participar, os interessados podem acessar o link da oficina na página bndes.gov.br/bndesperiferias

O BNDES Periferias irá destinar R$ 50 milhões do Fundo Socioambiental (FSA) para projetos de inclusão produtiva urbana em favelas e periferias, em duas frentes iniciais: Polos BNDES de Desenvolvimento e Cultura e Trabalho e Renda da Periferia. Considerando captações de parceiros privados e públicos, os investimentos totais podem chegar a R$ 100 milhões.

Com o Polo BNDES de Desenvolvimento e Cultura, serão criados espaços multidisciplinares de inovação, cultura e geração de trabalho e renda. O BNDES apoiará a implantação (construção e revitalização) de espaços adaptáveis para integração e oferta de serviços à comunidade, como cursos, práticas culturais, promoção da inovação etc.
Já a frente Trabalho e Renda da Periferia apoiará projetos que visem a realização de capacitação, mentoria e aporte de recursos de “capital semente” para negócios periféricos que priorizem mulheres, jovens e população negra. O objetivo do Banco é contribuir para melhoria do resultado dos negócios, ampliação de mercados e acesso a financiamentos.

Poderão participar da chamada entidades privadas sem fins lucrativos, atuando em rede ou não, que tenham experiência na implantação e operação de projetos similares nos territórios contemplados pela iniciativa. Serão apoiadas as favelas e comunidades periféricas incluídas nos municípios identificados pelo Programa Periferia Viva do Ministério das Cidades. “Estamos inaugurando uma nova fase no BNDES. O BNDES Periferias é uma nova estratégia, estruturada em várias frentes”, explicou a diretora Socioambiental do banco, Tereza Campello.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo